segunda-feira, 11 de julho de 2011

Persuasão -Jane Austen


O enredo deste empolgante livro gira em torno dos amores de Anne Elliot que se apaixonara pelo pobre, mas ambicioso jovem oficial da marinha, capitão Frederick Wentworth. A família de Anne não concorda com essa relação e a convence romper seu relacionamento amoroso. Anos após Anne reencontra Frederick, agora cortejando sua amiga e vizinha, Louisa Musgrove.

Um dos melhores livros da Jane Austen que já li, Persuasão conta a história de um amor alvo de preconceitos de nobreza e que resiste anos. Anne Elliot é a primeira protagonista de Austen que não está na flor da idade (Pelo menos para aquela época), tem por volta de uns 27 anos, não tendo portanto, muitas perspectivas de casamento. O protagonista masculino, Frederick Wentworth, também se difere dos outros livros da autora por não ser nobre de nascença e conseguir sua fortuna através do próprio esforço, coisa impensável para a nobreza da época. Apesar da separação, os dois ainda são apaixonados um pelo outro tendo mais uma vez o orgulho impedindo seus caminhos.
A obra é de uma leitura fluida, um pouco confusa para quem nunca leu Jane Austen (Com muitos personagens e repetição de alguns nomes), mas prova o valor da obra da autora e mostra porque ela é um dos nomes mais marcantes da Literatura Inglesa.
Anne Elliot é uma personagem que irrita às vezes por sua paciência infinita com sua família fútil e preconceituosa e a devoção à orgulhosa Lady Russell( Uma personagem que não me cativou nem um pouco), mas torna-se apaixonante por sua racionalidade (Semelhante à de Elinor Dashwood, de Razão e Sensibilidade) e inteligência.
Frederick Wentworth cativa pela sua independência, beleza e força de caráter, sendo um dos protagonistas mais ativos e com mais personalidade dos livros da autora, assemelhando-se um pouco ao inesquecível Sr. Darcy de Orgulho e Preconceito por seu orgulho rancoroso. Ele irrita nos momentos que esse orgulho o faz dar atenção às Musgrove ainda mais irritantes, para depois mostrar o arrependimento por tais atos.
Os demais personagens são descritos de forma tão realista que praticamente podemos reconhecê-los em conhecidos nossos, nas suas manias, futilidades, exageros e amabilidades.
Enfim, a obra é linda, o romance é doce e envolvente, daqueles que não precisam sequer de um beijo para emocionar quem quer que leia.

6 comentários:

Caçadora de Livros disse...

flor n conhecia seu cantinho!
super fofo!
=D
bjs

Vanessa disse...

Eu não li nada da Jane ainda, mas quero muito ler. Esse parece ser bem legal. Adorei sua resenha (:

Beijos, Vanessa.
This Adorable Thing

Entre Fatos & Livros disse...

OI!
Desculpe a demora em retribuir a visitinha e o comentário em meu blog. Eu estava doente e agora estou tentando colocar tdo em ordem e retribuir os comentários atrasados.

Eu gostei mto de seu blog! Quanto a resenha, ainda não li nada de Jane Austen, mas já ouvi falar mto! Com certeza é uma autora que qro conhecer. Os livros dela parecem ótimos!

Vou voltar mais vezes, ok!

BjoO
pri
Entre Fatos e Livros

Entre Fatos & Livros disse...

Seguindo!

Pri
Entre Fatos e Livros

Hérida Ruyz disse...

Aida não li Persuasão, mas Jane Austen é maravilhosa.
Bjs

Salomé Fernandes disse...

Acredite ainda não li nada da Auten O.o Mas estou querendo ler... não sei se leio 1° esse, ou orgulho e P. o que acha? qual o melhor? rsrs
Gostei da resenha ;)
Beijos;*
Delírios de Salomé